Casi sin querer

sábado, 13 de septiembre de 2008
Tenho andado distraído,
Impaciente e indeciso
E ainda estou confuso.
Só que agora é diferente:
Estou tão tranqüilo
E tão contente.

Quantas chances desperdicei
Quando o que eu mais queria
Era provar pra todo o mundo
Que eu não precisava
Provar nada pra ninguém.

Me fiz em mil pedaços
Pra você juntar
E queria sempre achar
Explicação pro que eu sentia.
Como um anjo caído
Fiz questão de esquecer
Que mentir pra si mesmo
É sempre a pior mentira.

Mas não sou mais
Tão criança a ponto de saber
Tudo.

Já não me preocupo
Se eu não sei por quê
Às vezes o que eu vejo
Quase ninguém vê

E eu sei que você sabe
Quase sem querer
Que eu vejo o mesmo que você.

Tão correto e tão bonito:
O infinito é realmente
Um dos deuses mais lindos.
Sei que às vezes uso
Palavras repetidas
Mas quais são as palavras
Que nunca são ditas?

Me disseram que você estava chorando
E foi então que percebi
Como lhe quero tanto.

Já não me preocupo
Se eu não sei por quê
Às vezes o que eu vejo
Quase ninguém vê

E eu sei que você sabe
Quase sem querer
Que eu quero o mesmo que você.

Traducción:

Estoy andando despistado
Impaciente e indeciso
Y aun estoy confuso
Pero ahora es distinto
Estoy tan tranquilo y tan contento
Cuantas chances desperdicié
Cuando lo que más quería
Era probar para todos
Que no necesitaba probar nada para nadie
Me hice en mil pedazos
Para que vos juntara
Y quería siempre encontrar
Explicación para lo que sentía
Como ángel caído
Hice cuestión de olvidarme
Que mentir para sí mismo
Es siempre la peor mentira
Pero no soy más
Tan niño
Al punto de saberlo todo
Ya no me preocupo
Si no sé el porqué
A veces lo que veo
Casi nadie ve
Y yo sé que vos sabés

Legião Urbana

1 comentarios:

Anónimo dijo...

"casi sin querer...yo quiero lo mismo que vos."

Faltaban dos versos :P

Basta: lo no dicho - chat

http://www.meebo.com/rooms

FeedBurner FeedCount